Alongamentos

Os alongamentos promovem o aumento da flexibilidade muscular induzindo uma maior amplitude do movimento. Assim, consegue-se obter maior movimentação da articulação, que é crucial para evitar o risco de lesões. Na generalidade os alongamentos são feitos à volta de 15 segundos.

O calor neste tipo de exercícios (alongamentos) é fundamental, pois permite uma maior amplitude de movimento sem danificar o músculo. Portanto, aqui a questão não é se deve alongar antes ou depois do treino, mas sim quando os músculos estiverem quentes. Não é por acaso que conseguimos manobrar melhor a plasticina após ela estar quente. O músculo respeita a mesma regra.

Atenção: Os alogamentos não se devem fazer até sentir dor, mas sim chegar a um ponto em que sinta o músculo a ser alongado de maneira saudável.

Em todo o caso, não é estritamente necessário alongar durante todo o treino, visto que se os próprios exercícios de musculação foram feitos com grande amplitude, acabam por fazer o mesmo papel dos alongamentos. 


Alongar antes ou depois do treino?

Embora não exista grande base científica, o alongar antes de treinar (mas já tendo o aquecimento feito) sempre foi mais defendido do que depois de treinar. Antes de treinar os músculos estão mais aptos, do que depois de treinar que se encontram mais desgastos devido ao treino.


Controvérsias sobre os alongamentos serem saudáveis ou não:

Em várias páginas afirma-se que os alongamentos não são benéficos, mas isto aplica-se a alongamentos intensos não serem saudáveis. Em muitos dos estudos, existe unanimidade na execução de alongamentos leves, isto é, alongamentos que são executados, mas sem sentir dor. A grande chave esta no calor e entender que os alongamentos servem para relaxe muscular e não em stress muscular.