EM CONSTRUÇÃO...

O que são exercícios pliométricos?

São exercícios de contração concêntrica e excêntrica de uma forma rápida e explosiva.


Estes exercícios são a base de um treino funcional. Além de aumentarem a força muscular e hipertrofia muscular, potenciam a capacidade neuromuscular. Por outras palavras, os nossos músculos necessitam de uma ordem do sistema nervoso para executarem a contração. Assim, a dinâmica destes exercícios, intensifica esse mecanismo neuromuscular, aumentando a coordenação. Todo este ritmo de pliometria dá mais flexibilidade ao músculo e consequentemente mais flexibilidade aos tendões. Além de que são exercícios que recrutam um maior número de fibras num curto espaço de tempo.

Subir e descer rapidamente uma escada já se trata de um exercício pliométrico, pois trabalha a contração e o alongamento do músculo de forma sequenciada, buscando a força máxima em um menor período de tempo. Também não é necessário o uso de pesos para a execução desta atividade, podendo-se usufruir do peso do próprio corpo como sobrecarga.


Exemplos de exercícios pliométricos:

- Saltar à corda

- Agachamento com salto

- Burpees

- Saltar para uma caixa 


Conclusão

Os exercícios pliométricos dão grande rendimento quando são integrados num treino. Se pretender aumentar a performance atlética para algum desporto (exemplo: basquetebol, ténis, etc...), aposte neste tipo de exercícios. 

É estritamentamente necessário fazer um aquecimento antes de usar este tipo de exercícios.